Mercury periodic table icon

O que é o Mercúrio?

 

Mercúrio é um elemento químico com o símbolo Hg e o número atómico 80. É o único elemento metálico que é líquido em condições normais de temperatura e pressão.

Mercury chemical structure

Pode estar presente no ambiente sob diferentes formas, e enquanto nenhuma delas tem um efeito positivo no corpo humano, a sua toxicidade varia consoante a sua fórmula química, exposição, quantidade e vulnerabilidade da pessoa exposta.

Food circle

Benefícios do Atum para a Saúde

 

O consumo de conservas de atum é importante devido aos seus benefícios para a saúde, no entanto tem de ser um consumo equilibrado como todos os outros alimentos que incluímos na nossa dieta. De acordo com Raloff (2010), o atum é considerado um alimento saudável uma vez que "estimula o desenvolvimento neuronal em bébés e protege os corações e mentes dos adultos."

3 omegas

"Peixe é uma fonte muito importante de nutrientes, apesar de poder conter componentes nocivos, especialmente de cadeias longas de ácidos gordos n-3, proteína de elevada qualidade, selénio e vitamina D, sendo também relativamente baixo em colesterol." (González-Estecha et al., 2013, p.48) 

Information icon

Decisões Informadas

 

Raloff (2010) sugere que a população "com informação suficiente sobre o peixe que estão a comprar são capazes de negociar o conteúdo de mercúrio e tirar proveito dos benefícios nutritivos do atum." O autor também concluiu que "a quantidade de mercúrio pode variar dramaticamente entre espécies de atum, dependendo do seu tamanho. Quanto maior for o peixe mais ele tende a acumular metal tóxico."

Big tuna, small tuna

Que Peixes são Baixos em Mercúrio?

 

De acordo com alguns autores, a Administração de Alimentos e Drogas (FDA) e a Agência de Proteção Ambiental (EPA), o atum barbatana amarela (yellowfin) tem níveis de contaminação médios-altos, o atum patudo (bigeye) tem os níveis de contaminação mais elevados, enquanto que o atum skipjack e a cavala do Atlântico têm os níveis de contaminação mais baixos.

Aveiro logo

Na brochura informativa desenvolvida pela EPA e a FDA - "O Que Precisa de Saber sobre Mercúrio em Peixe e Crustáceos" - para as populações mais vulneráveis, aconselham o consumo de por volta 350g por semana de uma variedade de peixe e crustáceos baixos em mercúrio. Estes incluem o atum skipjack (atum claro), a única espécie que utilizamos nas nossas conservas.

Bibliografia

 

  • Raloff, Janet. “Reeling in Tuna with Lower Mercury: Level of Toxic Metal Depends on Species, Two Studies Find.” Science News (May 22, 2010)
  • González-Estecha et al. “Mercury in Canned Tuna in Spain. Is Light Tuna Really Light?” Food and Nutrition Sciences (2013): 48-54.
  • Kraepiel, A. M. L., Keller, K., Chin, H. B., Malcolm, E. G., Morel, F. M. M. “Sources and Variations of Mercury in Tuna” Environmental Science & Technology 37 (2003): 5551-5558
  • Environmental Protection Agency (EPA) & Food and Drug Administration (FDA) “What you Need to Know about Mercury in Fish and Shellfish”